Agenda Política 2017 - IVA e Saúde

Esta mensagem é confidencial e exclusivamente dirigida ao associado.

Caro Associado,

Na AGAP, no final de 2016, aproveitando uma proposta do partido PAN sobre a redução do IVA para as atividades desportivas, solicitámos [aos associados] sugestões e ideias de trabalho para apresentar ao Partido Socialista no âmbito da aprovação do Orçamento de Estado (OE) para 2017.

Na reunião, fomos informados que a dita proposta acabaria rejeitada na votação do OE. Apesar disto, abriu-se uma janela de oportunidade para discutir e negociar melhores condições para o sector.

Entramos, assim, numa nova fase da Agenda Política para 2017, com vista à negociação de medidas importantes para o(s) próximo(s) orçamento(s).

Neste momento, já adjudicámos um ESTUDO (junto de uma empresa de consultoria) para podermos apresentar à Tutela e na Assembleia da República o "impacto económico de uma possível descida do IVA bem como das implicações nos custos em saúde no Serviço Nacional de Saúde". São documentos fundamentais na estratégia da AGAP que vão merecer a nossa principal atenção e cuidado, tanto no conteúdo como no custo de aquisição dos mesmos.

 

Um dos primeiros passos do ESTUDO é procurar aferir a sensibilidade ao preço dos cidadãos face à procura de ginásios. Os estudos de elasticidade preço-procura são relativamente complexos de serem realizados, logo necessitamos de um conjunto de ginásios (de Norte a Sul, de tipologia variada) que estejam disponíveis para realizar 10 a 20 inquéritos a clientes (de ambos os sexos e idades variadas). Se tiver interesse em participar, por favor entre em contacto com Armando Moreira, pelo 937 650 131.

 

Tudo isto será uma longa corrida, junto da Tutela, Direção Geral da Saúde, partidos políticos, ministérios, confederações, e muitas outras organizações, mas o nosso país não se pode dar ao luxo de fomentar estilos de vida sedentários nem simplesmente deixar de investir. O fitness é uma resposta muito importante no combate a esta epidemia e na prevenção de muitas outras.

Terminamos, solicitando a todos os associados para gerirem a sua expetativa quanto ao futuro, mas continuando a apoiar a AGAP e estando disponível para nos auxiliar neste caminho. Vamos continuar a lutar pela defesa dos interesses dos nossos associados!

 

Atualmente, a atividade física não é uma mera questão de estilo de vida — é uma verdadeira prioridade de saúde pública.”, in Jornal Público, edição online de 21 de Agosto de 2016, por Pedro Teixeira, Diretor do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física da Direcção-Geral da Saúde 

 

 

 

(Noticia modificada no dia 26 de Janeiro às 10:04)